Go to Main Content

Relações com Investidores

Institucional
CONCESSIONÁRIA ROTA DAS BANDEIRAS S.A.
CNPJ/MF nº 10.647.979/0001-48
NIRE 35.300.366.026
Companhia Aberta
 
 
 
PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO DA COMPANHIA PARA A
 ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA
 
 
 
A administração da Concessionária Rota das Bandeiras S.A. vem, por meio desta, submeter aos acionistas, para exercício de voto na Assembleia Geral Ordinária, a Proposta da Administração, conforme apresentada a seguir:
 
 
1. Propõe-se a aprovação das Demonstrações Financeiras relativas ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2014.
 
 
O Relatório da Administração, Balanço Patrimonial e demais Demonstrações Financeiras, referentes ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2014, acompanhadas das Notas Explicativas e do Parecer dos Auditores Independentes, foram previamente publicadas no “Diário Oficial do Estado de São Paulo” e no jornal “Jornal de Itatiba”, ambos na edição de 20 de março de 2015 e encontram-se disponíveis no website da Companhia, http://www.rotadasbandeiras.com.br/ri e da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) desde 19 de março de 2015.
 
 
2. Destinação do Resultado.
 
 
A Companhia gerou no exercício de 2014 um lucro líquido societário no valor de R$ 42.096.753,49.  Conforme constou das Demonstrações Financeiras acima mencionadas, propõe-se a seguinte destinação para o lucro líquido gerado: (i) 5% deste montante, correspondente ao valor de R$ 2.104.837,67, será destinado à constituição de reserva legal, conforme determina o art. 193 da lei nº 6.404/76, conforme alterada (“Lei das S.A.”); e (ii) o restante do lucro, no valor de R$ 39.991.915,82, será integralmente destinado à formação de reserva de lucros, sendo que, dessa reserva, o valor de R$ 9.997.978,95 corresponde ao montante do dividendo mínimo obrigatório não distribuído, conforme manifestação enviada à Companhia por sua única acionista, Odebrecht Transport S.A., em 31/12/2014, no sentido de que aprovará a não distribuição de dividendo obrigatório referente ao exercício findo em 31/12/2014, decisão amparada pelo parágrafo 3º do art. 202, da Lei das S.A..
 
 
3. Fixação da Remuneração Global dos Administradores
 
 
Propõe-se que o limite global da remuneração anual dos administradores da Companhia durante o exercício social de 2015 seja fixado em R$ 5.500.000,00. 
 
 
Itatiba, 24 de março de 2015.
 
 
José Roberto Dowsley Correia de Amorim Filho
Diretor Administrativo, Financeiro e de Relações com Investidores
Concessionária Rota das Bandeiras S.A.
http://www.rotadasbandeiras.com.br/ri
ri@rotadasbandeiras.com.br
+55 11 4894 8501